Campanhas por geolocalização: por que é melhor investir nos pacientes que estão mais próximos a sua clinica?

  1. Home
  2. Blog
  3. Campanhas por geolocalização: por que é melhor investir nos pacientes que estão mais próximos a sua clinica?

A maioria das empresas, independentemente do porte, ramo e atuação, já entendeu que o marketing digital se tornou essencial para o sucesso dos negócios. Só através dessas estratégias, é possível atingir o público certo e atrair ainda mais clientes, aumentando assim a receita da empresa. E as clínicas médicas também entraram nessa tendência.

O marketing digital aliado a geolocalização
Um dos principais objetivos do marketing digital é alcançar o público-alvo e a persona certa do seu negócio. Com isso, suas campanhas são mais assertivas e conseguem impactar aqueles internautas que realmente têm potencial para comprar, seja por conta da sua atuação no mercado, sua profissão, seus hábitos de compra, sua idade, seus gostos ou por conta da sua localização.
Essa última opção configura no marketing digital um recurso chamado geolocalização. Na prática, essa ferramenta se trata da localização geográfica automática de um usuário de internet, que permite a segmentação do público-alvo com quem a marca deseja criar um vínculo. Assim, aprimora-se as campanhas para conseguir adquirir maior assertividade nas mesmas e atrair clientes verdadeiros.

Como a geolocalização acontece?
Dois recursos disponíveis no próprio aparelho do usuário são responsáveis por proporcionar essa informação de localização para o marketing digital: o endereço IP (Protocolo de Internet), que é o número de identificação de um computador na internet, e o GPS (Sistema de Posicionamento Global) ativado em dispositivos móveis.
Com isso, cada pessoa que acessa o seu site, possibilitará que o profissional de marketing utilize tecnologias para ter acesso a dados muito importantes do usuário, como identificar o seu perfil, seus gostos, demandas e interesses na internet – tudo através do IP e do GPS.
Atualmente, existem diversas formas de definir a geolocalização, como através dos seus dispositivos como GPS, AGPS, GSM, através de ondas de rádio, e pelo Wi-Fi. Com isso, basta que algum desses recursos de geolocalidade esteja ativado, para que as empresas possam realizar campanhas de marketing para públicos específicos, também conhecida como geomarketing.

Quanto mais perto, melhor
Em muitos tipos de negócio, como é o caso das clínicas médicas, quanto mais próximo o seu usuário estiver, melhor. Ou seja, focar nas pessoas que estão morando ou que frequentam os locais mais próximos do seu negócio será mais vantajoso para atraí-las.

Tomamos como base a praticidade e o tipo de serviço para definir isso. No caso das clínicas, a proximidade, aliada com um bom atendimento e qualidade de serviço, acaba atraindo, primeiramente, os moradores dos arredores e as pessoas que trabalham ou estudam próximo.

Assim, é preciso desenhar sua estratégia de marketing primeiro para identificar esse público localizado perto de você, para depois começar a desenhar e aplicar suas estratégias.

Elas é que deixarão claro para o cliente que o que ele necessita ou deseja está geograficamente próximo a ele.

Assim, na prática, o geomarketing substitui a propaganda invasiva, apostando em conteúdos relevantes para esse público, conforme o perfil e interesses do consumidor. Ou seja, falar sobre doenças que estão mais em alta no momento, alertar para cuidados na região e sempre destacar a importância da sua clínica para a saúde dos mesmos.
Isso acaba atraindo a atenção dos usuários próximos a você, que irão comparecer em sua clínica e, gostando do serviço e do atendimento, irão se fidelizar e ainda fazer propaganda espontânea da sua empresa.

Gostou desse conteúdo? Leia mais, acessando as demais publicações do nosso blog.

Tags:
Anterior
Marketing Digital: Saiba se a sua verba está sendo bem investida nessa área
Próxima
5 ações de marketing digital que trarão resultados para sua clínica
Menu